História - 8 de março de 2018

Momento do Futebol

O futebol foi o esporte que brilhou em João Monlevade entre as décadas de 40 a 70, e grandes equipes foram formadas. Já em meados dos anos 1940, havia alguns clubes, entre eles os de maior expressão eram o Sport, Independente, Congregação Mariana, Az de Ouro e Atletic. Mas, foi a partir da década de 50 que a Cia. Siderúrgica Belgo-Mineira começou a investir no futebol local, e surgiram as grandes forças com equipes de alto nível e muitos talentos individuais desfilaram pelos gramados do estádio do Jacuí, principal campo para a prática do futebol em João Monlevade, bem como nos estádios da região.

No entanto, algumas propostas foram feitas pela empresa para que pudesse ser concretizado tal investimento, entre elas a fusão do Sport com o Independente, de onde nasceu o grande Belgo-Minas, cuja maior façanha foi o pentacampeonato regional (1954/1958).

E, falando em Belgo-Minas, vamos recomeçar este Quadro – que sempre foi um ponto alto deste periódico - com um dos elencos formado por este grande time do passado, que sagrou-se pentacampeão. Nesta foto, o timaço que fazia tremer os adversários. Aqui durante uma partida no estádio do Jacuí. O Belgo-Minas marcou história em nossa João Monlevade e em toda região. Fundado pela Belgo-Mineira nos anos 50, após fusão do Sport e do Independente, era praticamente uma equipe profissional diante tantos craques que desfilavam pelos gramados. A formação acima foi uma das melhores do histórico time do Belgo-Minas de todos os tempos. Na foto aparecem em pé, da esquerda para a direita: Lilinho, Juca, Joaquim Etelvino, Nôca, Joãozinho Fuzil, Joãozinho Boa Pinta e o presidente Sr. Simões. Agachados, na mesma ordem: Rôla, Antônio Massa, Caroço, Mingau e Mário de Souza.





Também surgiram outras equipes de ponta, como o Vasquinho, o Clube Atlético Metalúrgico o Vigilante, Industrial, entre outros. E, dentro deste contexto, o Clube Atlético Metalúrgico também brilhou nos gramados. Monlevade tinha uma leva de ótimos jogadores e a Belgo-Mineira não media esforços para investir no futebol, o que possibilitava ao torcedor de assistir a jogos de alto nível. E o Clube Atlético Metalúrgico, o “Meta”, como ficou carinhosamente conhecido pela sua grande torcida, era considerado uma equipe da 1ª linha. Nesta foto, da década de 1960, o time monlevadense que usava a sua tradicional camisa alvinegra, um timaço.

Em pé, da esquerda para a direita: Ailton, Nem, Tácio, Wilson Puaia, Canhoto e Ildeu. Agachados, na mesma ordem: Ildeu Coxinha, Odilon, Natalino, Délio e Dimas.