Gerais - 1 de outubro de 2018

65 anos em Dr. Louis Ensch

Comemora-se neste mês de setembro o aniversário de morte do grande empreendedor e visionário Louis Jacques Ench.
Morre Dr. Louis Ensch, cujo nome foi sempre símbolo de progresso, desenvolvimento e, acima de tudo, de amor por esta terra. Simples, carismático e leal, fez desse grotão uma cidade progressista e hospitaleira. Descobriu que aqui jorrava o minério de ferro que gerava o aço.
Durante viagem que fazia à Europa, em 1953, para tratar de assuntos ligados à siderurgia, veio a falecer. Despediu-se no dia 9 de setembro de 1953. Mas teve seu último pedido atendido: ser enterrado em João Monlevade. O corpo do então presidente da Belgo-Mineira, Dr. Louis Ensch, veio de navio até o Rio de Janeiro e de lá o translado foi feito pela ferrovia até Monlevade.

Legenda:
Nesta fotografia, do Mestre Diló, o cortejo era acompanhado por milhares de pessoas, passando aqui pela antiga Rua dos Contratados, sendo carregado por amigos e operários, pessoas que aprenderam a amar e a admirar Dr. Ensch. O corpo foi enterrado no histórico cemitério dos escravos, localizado ao lado do Social Clube, no bairro Vila Tanque.