Uma viagem pela Praça do Mercado!

Praça do Mercado que, entre os anos 1950 a 1980, foi o centro comercial da cidade, no velho Centro Industrial. Desde o Armazém do Geo ao Empórium, a JG Loterias, a Farmácia dos irmãos Juventino e Ildeu Caldeira, a Cobal, a Casa de Pescas, Feira de Seu Zé Gordo, o Bar Primavera, Venda de Zé Cravo, as feiras de Seu Geraldinho e do Maroun, a Delegacia, a Barraca de amendoim de Seu Enéias, e ele tocando sua flauta transversal, os vendedores ambulantes. As carroças puxadas pelos burros, levando as compras às casas dos operários. Tudo é saudade!

Ali todos se reuniam para uma boa prosa. Tudo demolido em 1984, com a expansão da Usina e a construção do Novo Laminador da Belgo-Mineira. E hoje, apenas um retrato nas telas de um Computador!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!