Uma Fotografia para ser Eternizada! Marcelo Melo!

Nesta foto de Assunpção – o 1º profissional contratado pelo Dr. Louis Jacques Ensch para registrar a história da Cia. Siderúrgica Belgo-Mineira e de João MOnlevade – outro Mestre da Fotografia – assim como foram Coutinho e Diló -, datada de 1949, já começava a surgir a cidade que nascia de uma Vila Operária. E desde então, a partir daquele agosto de 1935, quando aqui foi lançada a Pedra Fundamental para construção da Usina, ficaram selados os laços entre a Cia. Siderúrgica Belgo-Mineira e João Monlevade.

“Viajando” por cada ângulo desta fotografia em Preto e Branco, atravessando a ponte de arame sobre o rio Piracicaba, sobe a Rua Beira-Rio, passando pelas casas conjugadas da Rua Tocantins, chegando à Caatanga, aos hotéis da então famosa Rua Siderúrgica, o Lactário e, após a divisa pela linha férrea, avista-se ao alto, à esquerda, o Ginásio Monlevade e, à direita, a Praça do Cinema. Ainda mais acima, as cúpulas da Usina e as casas dos operários da Cidade Alta, à esquerda, e das ruas Tamoios, Aimorés e Tabajaras, acima. Uma história para ser contada em prosa e versos, quando a Cia. Siderúrgica Belgo-Mineira (para mim sempre Belgo-Mineira) completará 85 anos no próximo dia 31 de agosto, óu seja, por estas ironias, 29 anos mais velha que a sua “progenitora”, João Monlevade!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!