Biografia de Wilson Alvarenga!

A Avenida Wilson Alvarenga nasceu da canalização do Córrego de Carneirinhos, empreendida nas primeiras gestões de Germim Loureiro (1967-1970) e Antônio Gonçalves (1971-1972). Correndo paralela à Avenida Getúlio Vargas, vem-se responsabilizando pelo escoamento do trânsito, em constante crescimento, na região central da cidade. Inaugurada em 1972, recebeu o nome do primeiro Prefeito Eleito da cidade, Wilson Alvarenga.

Wilson Alvarenga (foto acima) nasceu em Rio Piracicaba em 1918. Trabalhou, desde os verdes anos na lavoura, tendo sido também trabalhador braçal na Estrada de Ferro Central do Brasil. Aprendendo, posteriormente, o ofício de alfaiate, morando já em Barão de Cocais, iniciou sua vida pública nas funções de Juiz de Paz para o que fora eleito em 1951.
Em 1954, foi eleito vereador em Barão de Cocais, exercendo também a Presidência do Legislativo Municipal. Foi pouco a pouco completando sua formação escolar formando-se por essa época em Técnico em Contabilidade. Prefeito de Barão de Cocais de 1958 a 1962, sua administração foi muito fecunda pela construção de escolas, paço municipal, pontes, praças, jardins, biblioteca e serviços básicos de infra-estrutura urbana.

Com a emancipação de João Monlevade, para cá se transferiu e se tornou o primeiro Prefeito Eleito da cidade, derrotando candidatos locais que haviam lutado pela emancipação do município. Como Prefeito, cuidou da organização inicial do município promovendo o Transporte Coletivo, calçamento de ruas, construção de praças e jardins e outros serviços básicos. Governou a cidade em 1966, saindo em 1967 para candidatar-se a Deputado Estadual. Reelegeu-se Deputado em 1970.

Como Deputado Estadual, concedeu bolsas de estudo, conseguiu verbas para entidades filantrópicas, providenciou muitas internações para doentes em sanatórios e hospitais de Belo Horizonte, entre outras realizações. Faleceu em Belo Horizonte em 06 de setembro de 1971 e foi sepultado em Barão de Cocais.

Assim como João Monlevade, outras cidades da região como Rio Piracicaba e Barão de Cocais o têm como patrono de ruas, escolas e entidades.

*Pesquisa e Texto: Geraldo Eustáquio Ferreira (Professor Dadinho)

Matéria publicada na edição do jornal “Morro do “Geo”, na edição de nº 111, de julho/2007.

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!