A Areia da Vila!

Final dos Anos 1940 e as primeiras vilas operárias da América Latina já se formavam no antigo Arraial de São Miguel. Casas foram construídas pela Belgo-Mineira para que seus operários e familiares tivessem mais conforto. Algumas de madeira, outras em alvenaria.

E as vilas iam ganhando formato de bairro, como na foto acima, onde foi construído o Bairro Areia Preta, um dos mais tradicionais da cidade. Ao alto, a co-irmã Vila Tanque, ainda sem o Palanque. Uma vista onde já se vê asfaltada a avenida Getúlio Vargas e casas que sobem o morro. No detalhe, o prédio onde residia o Nicácio e por anos foi a sede de sua empresa, a “Nicácio Construções”. Mais tarde se transformou na sede do antigo INPS (INSS) e depois a Fundação Casa de Cultura.

Areia Preta, entre vales e montanhas. Areia Preta de Julinho e seu morro, de Seu Alan Machado, Levy do Táxi e Lilia Melo, Carlos Careca, de Walter Protético, do consultório odontológico de Dr. Oscar Falcão, de Seu Ruão e Dona Maria José, de Dona Carmem Parteira, da professora Maria do Rosário e do carpinteiro Seu Joaquim, de Seu Elpídio, de Rodolfo Passos e de tantos outros personagens que ali fizeram história.

Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

História

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!