A Areia da Vila!

Final dos Anos 1940 e as primeiras vilas operárias da América Latina já se formavam no antigo Arraial de São Miguel. Casas foram construídas pela Belgo-Mineira para que seus operários e familiares tivessem mais conforto. Algumas de madeira, outras em alvenaria.

E as vilas iam ganhando formato de bairro, como na foto acima, onde foi construído o Bairro Areia Preta, um dos mais tradicionais da cidade. Ao alto, a co-irmã Vila Tanque, ainda sem o Palanque. Uma vista onde já se vê asfaltada a avenida Getúlio Vargas e casas que sobem o morro. No detalhe, o prédio onde residia o Nicácio e por anos foi a sede de sua empresa, a “Nicácio Construções”. Mais tarde se transformou na sede do antigo INPS (INSS) e depois a Fundação Casa de Cultura.

Areia Preta, entre vales e montanhas. Areia Preta de Julinho e seu morro, de Seu Alan Machado, Levy do Táxi e Lilia Melo, Carlos Careca, de Walter Protético, do consultório odontológico de Dr. Oscar Falcão, de Seu Ruão e Dona Maria José, de Dona Carmem Parteira, da professora Maria do Rosário e do carpinteiro Seu Joaquim, de Seu Elpídio, de Rodolfo Passos e de tantos outros personagens que ali fizeram história.

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!