Para matar a Saudade!

O mês dezembro e o ano 1975. Naquela tarde, no estádio Louis Ensch, na Vila Tanque, era encerrado o Campeonato de Futebol pela Liga Monlevadense. O Clube Atlético Metalúrgico, o “Meta”, havia sagrado-se tetra-campeão pela Liga Monlevadense de Futebol, ao derrotar seu maior rival na final, o Vigilante Esporte Clube. Precisaba de vencer no tempo normal e na prorrogação para ficar com o título e assim o fez. 1 a 0 no tempo normal, com um gol de Gilson “Bigode” de cabeça; e 1 a 0 na prorrogação, com gol de Gregório,d e falta. O goleiro Nenêga e mais os atacantes/irmãos Gilson (Bigode) e Adilson (Nôvo), além dos outros jogadores, eram só alegria.

Na foto acioma, o momento da entrega do troféu ao capitão da equipe do Metalúrgico, o lateral-direito, saudoso Geraldo Vieira (Geraldinho Careca), recebendo a taça das mãos dos também saudosos prefeito Lúcio Flávio e do presidente da Câmara Municipal, Sebastião Gomes de Melo. Ao fundo, o repórter esportivo Maurício Reis, o “Prezado”.

Para matar a saudade!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!