O Senai e seus Mestres!

Nascia no início da década de 1950, a primeira Vila Operária do Brasil, denominada Vila Tanque. O nome originou de um grande lago que havia no lugarejo, onde as mulheres lavavam suas roupas. Aquele local mais tarde viria a se transformar em um campo de futebol (campo da Lenheira) e depois na Escola Polivalente (hoje, Dr. Geraldo Parreiras). O nome da rua: 21, apelidada de “Rua do Sapo”.

Pois bem, nas foi na Vila que a Belgo-Mineira construiu, também no início dos anos 1950, a Escola Profissionalizante Senai e por onde passaram centenas de milhares de alunos. Primeiramente, o Senai funcionou dentro da própria Usina e anos depois foi inaugurado o novo prédio, que até hoje funciona ali no bairro mais popular de João Monlevade. Mas antes de se mudar para a sede atual, ainda funcionou onde está instalada a Escola Estadual Eugênia Scharlé. O objetivo da Belgo-Mineira era o de formar mão-de-obra especializada e conseguiu não apenas o seu intento, mas também fazer do operário da Belgo referência para toda siderurgia nacional. Prova é que em todas siderúrgicas do país existem funcionários que iniciaram na Escola e na Usina de Monlevade.

Na fotografia acima, da década de 1970, vista parcial do Senai e alguns carros de professores estacionados em frente ao prédio. E, para falar de Senai não podemos esquecer de pessoas que deram a vida por ele, entre os quais os diretores João de Oliveira (João Peixe), Sr. Paulo Moreira, Padre Hildebrando de Freitas, e os professores (ou instrutores) e funcionários Antônio Gonçalves (Pirraça), Gerhart Michalick, José Esteves, Bequinha, Vicente Caiana, Vicentinho, Tobias, Gésio, Correia, Francisco de Assis (Tim), Zé Tinte, Divino de Oliveira, Ivo Caroço (Goleiro de Vasquinho), Zezito, Nilton de Souza (Tim Mirim), Peter, Nilson Fraga, Heber Fraga de Assis, Francisco Formiga (Prego), Theófilo Monteiro, Gabriel Damasceno, Armindo da Mata, Tobias Silva, Seu Totó, Geraldo Arantes, Luciano Lima e outros. O famoso “Clube do Bolinha”; e muitos monlevadenses e profissionais de hoje devem a este seleto grupo, formado de verdadeiros homens.

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!