Usina de Monlevade: 85 anos de sua instalação!

A fotografia, conforme datada, é de 1937, e mostra o início das obras de terraplanagem para construção de uma Escola, uma Delegacia de Polícia e um Cinema, exatamente no local onde foi construída a Praça Ayres Quaresma, saudosa Praça do Cinema. Pode-se observar que os animais eram usados para o serviço pesado e transporte de material

A Usina de Monlevade, que nasceu Cia. Siderúrgica Belgo-Mineira, pioneira da siderurgia nacional junto à Unidade de Sabará, completará 85 anos de atividades no próximo dia 31 de agosto. Naquela data, no ano de 1935, era lançada a Pedra Fundamental para construção da Usina, no Arraial de São Miguel, município de Rio Piracicaba. Nas terras de Jean Monlevade.

  Durante este período, a indústria siderúrgica transformou João Monlevade em um Pólo Regional e promoveu o desenvolvimento sócio-econômico no município, com a geração de milhares de empregos. Não há como negar que há dois períodos em nossa história, um antes e um depois da Belgo-Mineira, cujo responsável direto para que aqui se instalasse a Usina foi o engenheiro luxemburguês Louis Jacques Ensch, e que aqui também construiu a 1ª Vila Operária da América Latina, que abrangia, entre outros bairros, o Centro Industrial, a Pedreira, Vila Tanque, Baú e Areia Preta.

  E, após implantar um sistema paternalista entre seus operários e suas famílias, que durou até o início dos anos 1970, a filosofia da direção da empresa decidiu deixar a comunidade andar com as próprias pernas e, gradativamente, foi dando fim à política patriarcal. Tudo começou em meados dos anos 1960, quando a Belgo-Mineira começou a vender suas casas aos operários, dando assim início ao processo de se cortar o laço umbilical entre a empresa e o empregado. E, no ano de 1984, iniciou-se a derrubada de nosso Patrimônio Histórico, primeiro com a Praça do Cinema, e o pior veio quatro anos depois, ou seja, em 1988, com o extermínio da Praça Ayres Quaresma, a nossa “Praça do Cinema”, onde restaram apenas os prédios da Assistência Médica e do Colégio Estadual, antigo Ginásio Monlevade. Dava início ao plano de expansão da Usina.

  No entanto, é ela, a Belgo-Mineira, hoje Arcelor/Mittal, que continua sendo a maior geradora de impostos para o município e a empresa “Mãe da Siderurgia Nacional” e que fabrica o mais nobre dos aços! Parabéns, pelo 84º aniversário!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!