Usina de Monlevade: 85 anos de sua instalação!

A fotografia, conforme datada, é de 1937, e mostra o início das obras de terraplanagem para construção de uma Escola, uma Delegacia de Polícia e um Cinema, exatamente no local onde foi construída a Praça Ayres Quaresma, saudosa Praça do Cinema. Pode-se observar que os animais eram usados para o serviço pesado e transporte de material

A Usina de Monlevade, que nasceu Cia. Siderúrgica Belgo-Mineira, pioneira da siderurgia nacional junto à Unidade de Sabará, completará 85 anos de atividades no próximo dia 31 de agosto. Naquela data, no ano de 1935, era lançada a Pedra Fundamental para construção da Usina, no Arraial de São Miguel, município de Rio Piracicaba. Nas terras de Jean Monlevade.

  Durante este período, a indústria siderúrgica transformou João Monlevade em um Pólo Regional e promoveu o desenvolvimento sócio-econômico no município, com a geração de milhares de empregos. Não há como negar que há dois períodos em nossa história, um antes e um depois da Belgo-Mineira, cujo responsável direto para que aqui se instalasse a Usina foi o engenheiro luxemburguês Louis Jacques Ensch, e que aqui também construiu a 1ª Vila Operária da América Latina, que abrangia, entre outros bairros, o Centro Industrial, a Pedreira, Vila Tanque, Baú e Areia Preta.

  E, após implantar um sistema paternalista entre seus operários e suas famílias, que durou até o início dos anos 1970, a filosofia da direção da empresa decidiu deixar a comunidade andar com as próprias pernas e, gradativamente, foi dando fim à política patriarcal. Tudo começou em meados dos anos 1960, quando a Belgo-Mineira começou a vender suas casas aos operários, dando assim início ao processo de se cortar o laço umbilical entre a empresa e o empregado. E, no ano de 1984, iniciou-se a derrubada de nosso Patrimônio Histórico, primeiro com a Praça do Cinema, e o pior veio quatro anos depois, ou seja, em 1988, com o extermínio da Praça Ayres Quaresma, a nossa “Praça do Cinema”, onde restaram apenas os prédios da Assistência Médica e do Colégio Estadual, antigo Ginásio Monlevade. Dava início ao plano de expansão da Usina.

  No entanto, é ela, a Belgo-Mineira, hoje Arcelor/Mittal, que continua sendo a maior geradora de impostos para o município e a empresa “Mãe da Siderurgia Nacional” e que fabrica o mais nobre dos aços! Parabéns, pelo 84º aniversário!

Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

História

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!