Vila Tanque é Rabo! -Marcelo Melo

Na foto acima, no “Barracão” do Sérgio “Cabeção”, uma galerinha da Vila, entre eles o préprio anfitrião, Betão, Leão, Amarildo, Marisia e Goleiro. Apelidos que não faltam na Vila

Apelido é uma coisa interessante e quem na infância não teve um? Várias pessoas são conhecidas pelos seus apelidos e muitas vezes só mesmo os familiares sabem o seu nome de batismo. E, como morador nascido e criado no Bairro Vila Tanque, realizamos uma pesquisa junto aos também vilatanquenses Miguel Moreira (Miguelzinho), José Afonso e Mário Mendes (Paciência), e chegamos a várias alcunhas.

Vale lembrar que aparecem alcunhas de pessoas que estão entre a gente e outras que já partiram desta para o andar de cima. Mas, queremos ressaltar que os apelidos aqui citados não têm nenhuma conotação pejorativa, muito pelo contrário. A nossa intenção é apenas registrar os tantos apelidos que apareceram e ainda surgem em um dos bairros mais tradicionais de nossa terrinha.

Vamos à Lista:

Queirão, Canjicão, Zé do lixo, Maria Buzina, Curnicha, Flamengo, Beiçola, Tião Rinchão, Tião Tavera, Nadim, Gatão, Manaia, Cascalho, Curió, Maroca, Tatão, Zé Teco, Maria Sanfona, Zé Liga, Nico Mão-Leve, Garrafinha, Lulu, Gê, Sambanga, Jiboia, Pecinha, Zé Minhoca, Lado Pão Doce, Pelé, Gordurinha, Piu, Zé Roxinho, Boi, Cuia, Zezinho, João Peixe, Juá, Zé Leão, Zé da Luz, Tião Pipoqueiro, Luís Catarro, Zim Navalha, Zé Soldado, Testão, Tatu, Galo Capão, Juca Moiado, Dilcim Doido, Nico Estrela, João Veio, Valdir Boca-Torta, Sérgio Cabeção, Leão, Paulo Doze-Doze, Pelé Marisia, Tonhão, Alegria, Nem Cacheado, Nenzinha Pisa no Freio, Urso do Cabelo Duro, Babão, Balu, Gigante, Paulinho Nirroia, Dino Pé Fedeno, Valtinho Pinto Louco, Birosca, Pé de Coelho, Júlio Bambeza, Margoso, Crista, Mú, Deco Ballbino, Disnei Cebola, Nenen Gordurão, Zé Soldado, Mimi, Ildeu Coxinha, Nenêga, Trenzin, Dona Nenêga, Dona Lalá, Joaquim Sufrido, Raimundo Padeiro, Maria da Lavagem, Caiana, Sô Dão, Tinôco, Noca, Dedete, João Barraca, Zé do Mato, Chico Enfermeiro, Gilson Bigode, Nôvo, Zim Bréia, Pedro Besouro, Licatú, João Quebra-Osso, Diniu, Candoca, Toninho Bocha, Zaru, Zé da Volta, Lizeu, Manaia, Zé Abóbora, Cigarrinho, Paré, Duca Noé, Zé Minhoca, Joaquim Geléia, Luiz Canhão, Zim Burro Veio, Pilogênio, Quém-Quem, João Tibafo, Pão Veio e até o saudoso Padre Hidelbrando de Freitas, que era conhecido como Padre Juca.

Vila Tanque é Rabo!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!