Marcas do que se foi!

Relembrando dois grandes artistas monlevadenses nesta fotografia. Neide Roberto, pessoa e artista em todos os sentidos, diante de seu caráter e de seu talento. Somente não se tornou uma cantora profissional porque não estava no lugar certo e na hora certa. Mas nem precisava provar nada a nenhum crítico, afinal conseguiu, diante dos jurados de calouros dos dois maiores programas de auditório da televisão brasileira – Jota Silvestre e Sílvio Santos – nota dez por unanimidade. E estava sendo observada por profissionais e profundos conhecedores de música e críticos dos intérpretes, entre eles José Fernandes, Maestro Herlon Chaves, Sérgio Bittencourt e Messias. Neide Roberto, um nome que tanto fez por Monlevade na área cultural. O outro é o grande instrumentista e compositor, Weber Costa, ou Weber “Diló”, que fez história em João Monlevade e região, durante festivais da Canção e no Conjunto “The Phuntos”, como grande guitarrista.

Na foto acima, Neide Roberto e Weber Diló (à direta de Neide), ao lado de outro músico.

Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

História

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!