Causos do “Pirraça”! – Marcelo Melo

Uma pessoa ímpar em nossa cidade foi o professor aposentado, ex-vereador por Rio Piracicaba e ex-prefeito por João Monlevade em dois mandatos, saudoso Antônio Gonçalves, o popular “Pirraça”. Ele foi político do tempo dos pardais, ou seja, quando o homem público gozava do respeito da população. No tempo em que quando o político entrava em sua asa para tomar um cafezinho, a xícara ficava dias sem ser lavada. Hoje, a vontade é de escarrar na xícara.

Mas a história é outra e vamos apenas a mais um causo do Pirraça. Aliás, se eu for enumerar as histórias deste homem, dará um livro. Preocupação não é com ele. Tanto que no próximo mês fará 78 anos e não tem nem cabelos brancos. Mas é “lerdo” que dói, como afirmam os seus amigos mais íntimos, entre eles o Tobias, Joel, José dos Santos, Elmo Lima e o “nôro” José Maria Caldeira. E eu também. Tanto que uma vez, durante uma das tantas viagens à lagoa do Social Clube, estava parado em frente ao aparelho de TV, na sala da casa. Um chegou e disse: “o que você tá fazendo aí Antônio”? E ele respondeu: “uai, assistindo ao Jornal Nacional”… Mas a televisão estava desligada. E por aí afora.

A mais nova ocorreu no último final de semana. Convidado para visitar o filho Anderson (Ducho), em Belo Horizonte, foi o Pirraça apanhar o ônibus no Terminal Rodoviário. Mas, como a filha Vanessa não arrumou sua mala, ele foi à seco, ou seja, só com a roupa do corpo e uma escova de dentes no bolso da calça. Chegando lá, já era aguardado pelo filho querido, que perguntou: “pai, e a mala?”. Ele, ironicamente, respondeu, já soltando uma gargalhada: “mala? A mala? A Vanessa não arrumou e eu vim assim mesmo”. Pausa para sorrisos.

Mas, como o pai é seu peixe, “Ducho” já saiu do Terminal Rodoviário direto para um Shopping. E deu um banho de lojas no Pirraça. O moço ganhou cinco camisas, três calças, cuecas e meias. Foi uma farra. Já está desfilando com a “Sãozinha” com as várias grifes que recebeu do filho caçula. E mais: promete nova visita para abril.

*Esta Crônica eu publiquei no jornal “Morro do Geo”, em sua edição de nº 143, de março/2010. Antônio Gonçalves faleceu ano passado, aos 87 anos de idade.

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas