Quem te viu, quem te vê!

Na foto acima, a antiga Rua Tieté, uma das ruas mais famosas de Monlevade. E nem se sabe porque, mas entre tantos nomes indígenas – Tapajós, Tupuniquins, Carijós, Tupis, Tabajara -, foi a Tieté que mais marcou. Tanto que quando uma pessoa se desloca de um bairro para o Centro Industrial, qualquer rua que seja após a ponte é chamada de Tieté. Tornou-se um patrimônio, uma referência da parte baixa da cidade.
Pois é, mas esta foi feita antes mesmo da construção da Escola Sant´ana, que foi depois erguida sobre o terreno que aparece ao lado da última casa, como se já estivesse preparado para o início da obra.

De uma arquitetura moderna, a Escola Sant´ana tornou a “Tieté” ainda mais vistosa, tendo ao fundo o Cinturão Verde valorizando a mata nativa.

Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

História

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!