Quem te viu, quem te vê!

Na foto acima, a antiga Rua Tieté, uma das ruas mais famosas de Monlevade. E nem se sabe porque, mas entre tantos nomes indígenas – Tapajós, Tupuniquins, Carijós, Tupis, Tabajara -, foi a Tieté que mais marcou. Tanto que quando uma pessoa se desloca de um bairro para o Centro Industrial, qualquer rua que seja após a ponte é chamada de Tieté. Tornou-se um patrimônio, uma referência da parte baixa da cidade.
Pois é, mas esta foi feita antes mesmo da construção da Escola Sant´ana, que foi depois erguida sobre o terreno que aparece ao lado da última casa, como se já estivesse preparado para o início da obra.

De uma arquitetura moderna, a Escola Sant´ana tornou a “Tieté” ainda mais vistosa, tendo ao fundo o Cinturão Verde valorizando a mata nativa.

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!