Curiosidade: Por que as ruas da Velha Cidade ganharam nomes de tribos indígenas? Por Marcelo Melo!

Aimorés, Carijós, Tupis, Caetés, Tabajaras, Tupinambás, Tapajós, Tieté, Paraúna, Tocantins, Tupiniquins… Uma curiosidade? Porque Dr. Louis Jacques Ensch, o engenheiro visionário que mandou construir a 1ª Vila Operária da América Latina, em nossa João Monlevade – nos anos 1930 – e cujo objetivo era atrair os gringos e brasileiros para virem trabalhar na Usina da Belgo-Mineira, quis prestar esta homenagem às tribos indígenas que viviam no Brasil na época? Uma pergunta pela qual ainda não obtive resposta. Mas continuo pesquisando.

Primeiro, os luxemburgueses e belgas que fundaram a Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira, no vale do Piracicaba – entre um misto das minas e o estrangeiro -, deram um jeito de homenagear o povo tupiniquim. Assim, as ruas construídas ao redor da Usina ganharam nomes de tribos indígenas, à exceção da Beira-Rio, Siderúrgica e Piracicaba, isto na região do Centro Industrial. E aquele vale foi ganhando forma, e o sonho dodesbravador Louis Ensch foi se concretizando. O minério de ferro viria mudar de vez a realidade econômica, social e cultural dos povos do antigo Arraial de São Miguel, cuja chama inicial foi colocada pelo outro desbravador do Velho Continente, Jean Antoine Félix Dissandes de Mopnlevade.

E o caminho foi longo, mas foi seguido passo a passo, como o andar deste senhor anônimo, que passa despercebido, mineiramente, nas antigas calçadas do velho Centro, em frente ao prédio que abrigava o também saudoso Hotel Monlevade. Entre o sonho e a realidade, ele caminha sem imaginar que a nossa João Monlevade chegaria no terceiro milênio assim, tão grande! E que as casas que surgem entre a mata nativa, habitadas pelos primeiros operários da Usina que, assim como os bandeirantes, ajudaram a erguer a siderurgia e a cidade, eram carijós, tupinambás, tietes e tupis. Era a Cidade Alta vista pelo alto da cidade.

Hoje, a nossa cara é outra, mas a nossa história sempre será a mesma.

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

2 comentários “Curiosidade: Por que as ruas da Velha Cidade ganharam nomes de tribos indígenas? Por Marcelo Melo!”

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!