O morro do Geo”!

Em décadas passadas, o morro do Geo passou a ser ponto de encontro entre as pessoas, que integrava o “Bar do Daniel” (ao fundo na foto) às praças do Mercado e do Cinema. E era ali, no meio do morro, que havia um ponto de ônibus. Em frente ao Armazém do Seu Geo. E na parte de trás ficavam os burros amarrados. E as demais lojas, entre as quais Cobal, Bandeirantes, o açougue, a farmácia de Seu Juventino, a Casa Lotérica de José Geraldo, a Casa Braz, Casa Maluf, Casa Jaime, Bar Primavera, a barraca de amendoim de Seu Enéias e os mascates que abriam suas velhas malas para vender seus produtos. Bom, até na Delegacia de Polícia havia ali, na praça do Mercado. Depois da curva, por detrás do Emporium”, chegava-se ao Grêmio.

Hoje, apenas uma lembrança e um retrato nas telas do computador!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe um comentário

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!