Histórias que só o “Morro do Geo” contou (Parte III)… Por Marcelo Melo!

O Antes e o Agora!

Através de uma proposta apresentada pelo saudoso advogado Sebastião Eustáquio de Carvalho, popular “Taquinho”, estaremos fazendo um paralelo entre o antes e o agora. Por também ser um monlevadense da gema e apaixonado por fotografias, ele percorria a cidade nos finais de semana com sua câmera sempre à procura de cenários e, através das fotos antigas que temos em nossos arquivos, torna-se interessante essa comparação entre o que se via no passado de João Monlevade e o que se vê no presente.

Um trabalho idêntico já é feito há anos pelo historiador e também fotógrafo F. de Paula Santos, colunista do “Morro do Geo” desde sua fundação, cujo objetivo é o de comparar o antes e o depois de Carneirinhos, destacando os pontos comerciais. Francisco tem inclusive participado de várias exposições com suas fotografias, de grande qualidade.

Na fotografia antiga, que aparece acima, da década de 1950, todo o glamour da Rua dos Contratados, à esquerda, de frente para as chaminés dos altos fornos, onde está instalado hoje o Vestiário Central, “Zebrão”, e as novas instalações. Outro detalhe: o velho Ford sucumbiu com a nova indústria automobilística.


E agora, partimos para a proposta do “Taquinho”, que foi outro grande colaborador do nosso periódico, mostrando a foto abaixo, de sua autoria, e cujo cenário é a entrada de uma das portarias da Usina – antes Belgo-Mineira e agora ArcelorMittal -, dos anos 2000. “Mas, para nós, monlevadenses, sempre Belgo-Mineira.

*Esta matéria foi publicada na edição de nº 159 do jornal “Morro do Geo”, de março/2012!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe um comentário

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!