No tempo das Lambretas!

Entre as décadas de 1950/60, motocicletas eram um produto raríssimo no mercado. Quem dominava o trânsito eram as famosas lambretas e as vespas, sonho de consumo dos operários da Belgo-Mineira, como mostra nesta fotografia, quando um grupo de metalúrgicos larga o serviço às 15 horas na Usina e toma rumo de casa, ou dos bares. E um detalhe: pode-se observar que em duas lambretas no pelotão de frente os seus proprietários ainda mantinham o plástico para conservar mais a pintura. Mania da época e dos tempos em que o romantismo ainda tinha seu espaço e os homens usavam brilhantina nos cabelos! Pouco atrás, um carro Ford e um caminhão e, mais ao fundo, no ponto final dos ônibus coletivos, uma Jardineira à espera dos seus passageiros.

Monlevade, uma cidade pacata de um povo operário. Aí deu Sodade!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe um comentário

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!