O grande time de futebol do Belgo-Minas!

O nome veio originário da empresa, Belgo-Mineira, ficando Belgo-Minas, cujo grande patriarca foi o saudoso Sr. Simões, entre outras pessoas, que muito trabalhou pelo Clube. O clube foi fundado em 16 de agosto de 1950, mesma data da criação do rival Metalúrgico.

E marcou história em nossa João Monlevade e em toda região do Médio Piracicaba, com seu uniforme nas cores vermelho e azul. Fundado pela Belgo-Mineira nos anos 1950, após fusão do Sport e do Independente, o belgo-Minas poderia ser comparado aos times profissionais da época, entre eles do grande Mário de Souza, que havia atuado pelo Clube Atlético Mineiro e aqui encerrou sua carreira, entre tantos outros craques que vestiram a sua camisa rubro-celeste. O escrete do Belgo-Minas sagrou-se campeão várias vezes, inclusive com o título de tetra-campeão consecutivo nos anos de 1956/55/56/57 (sic).

A fotografia acima é da equipe que sagrou-se tri-campeã em 1956, e foi uma das melhores do histórico time do Belgo-Minas de todos os tempos. Vamos ao timaço, onde aparecem em pé, da esquerda para a direita: Nonô Massa, Sílvio, Mário de Souza, Domingos Mingau, Carlinhos e Jaime. Assentados, na mesma ordem: Nôca, João da Pinta, Afrânio, Joaquim Etelvino e Lilinho

O time de futebol do Belgo-Minas foi um dos grandes que passou pela região. Concorrentes para ele? Só o Metalúrgico e o Vasquinho. A equipe revelou vários craques, e alguns deles se profissionalizaram no futebol.  Nesta foto, o timaço que fazia tremer os adversários.

Neste timaço do Belgo-Minas, o rubro-celeste do Médio Piracicaba, atuou uma das lendas do esporte monlevadense, Joaquim do Carmo, popular Joaquim Etelvino.

Na foto do meio, uma das melhores formações do Belgo-Minas, onde aparecem, em pé, da esquerda para a direita: Lilinho, Juca, Joaquim Etelvino, Nôca, Joãozinho Fuzil, Joãozinho Boa Pinta e o presidente Sr. Simões. Agachados, na mesma ordem: Rôla, Antônio Massa, Caroço, Mingau e Mário de Souza

A equipe revelou vários craques, e alguns deles se profissionalizaram no futebol.  Na foto abaixo, o timaço que fazia tremer os adversários. Aqui durante uma partida no estádio do Jacuí. Em pé, da esquerda para a direita: Itamar (técnico), Lilinho, Mingau, Joaquim Etelvino, Juca, R. Pinto, Afrânio, Noca e Erotides (Supervisor). Agachados, na mesma ordem: Antônio Massa, Luiz Professor, Curió, Remison, Boró e Wilson

Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

História

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!