Adeus à Dona Amelinha! Marcelo Melo

Seu Agenor e Dona Amelinha: casal que deixará saudade

Quem nos deixou na semana passada foi a Dona Amélia Maria de Souza, já saudosa Dona “Amelinha”, aos seus 89 anos de idade. “Amélia”, aquela que era a mulher de verdade”, como diria o grande Ataulfo Alves, que conheci quando ainda era criança, ali no Bairro Vila Tanque. Sempre morou ali na Rua 22, quase na esquina, ao lado do esposo, Seu Agenor, outra figura de alto astral. O casal irradiava simpatia, sempre sorrindo, junto aos filhos. Passaram por tragédias de perdas nunca esquecidas, mas se mantiveram fortes, na fé, nunca desistindo da luta e da vontade de viver.

  Ficam as boas lembranças e a saudade deste grande casal que tivemos o prazer de conviver por tantos anos. Quando nos encontrávamos, eles faziam aquela festa, fosse onde fosse. Tinham o prazer de cumprimentar, sorrir, uma alegria espontânea e bendita. Agora, com a partida de Dona Amelinha, certamente já deve ter se encontrado com sua cara metade, Seu Agenor, que partiu antes. E estarão ao lado do Pai, pelo Bem que fizeram em terra. Deus está com vocês!

  Nossa homenagem!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas