O Ponto Final dos Ônibus

O ponto final na Praça do Cinema deixou saudade, e era o point dos operários da Usina e dos estudantes do Ginásio Monlevade. Ali, em frente à linda arquitetura neoclássica, do prédio em ele, que formava o complexo da Praça Ayres Quaresma a “Praça do Cinema”. que chegou aqui pelas mãos dos europeus.

Cenários jamais esquecidos para quem viveu aqueles tempos, entre a Portaria-1 da Usina da Belgo-Mineira, o carrinho que vendia o pastel acompanhado do K´suco de Groselha. O Ônibus dirigido pelo saudoso motorista da Empresa Santa Maria, Sr. Geraldo “Moleza”. E as meninas bonitas misturadas aos operários naquele Ponto Final.

Tempos idos! Tempos bons! Fica a saudade!

Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

História

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!