Nos tempos das Caçadas, João Monlevade tinha seus caçadores!

Nos tempos em que eram permitidas as caçadas, João Monlevade sempre teve um grupo que tinha o esporte como um roby. Tanto era que não foi por acaso que, na década de 1950, foi construído o famoso clube com o nome de Caça e Pesca. Ótimos caçadores faziam de seus dias de folga na Usina da Belgo-Mineira uma viagem pelas matas da região e, além de veados e outros animais, caçar onça era a prática preferida. E cães de caça treinados sempre chegavam às presas, além das espingardas bem calibradas.

Na fotografia acima, feita no início dos anos 1950, um grupo de amigos caçadores foi à caça – literalmente falando – em uma mata da região. Todos estes piracicabenses, “jequizeiros”, que na época já residiam em João Monlevade. Da esquerda para a direita: Geraldo Gomes de Melo, o Sr. Juca Josias (avô dos professores Leiva Lima e Edgar), João Batista, Zizi Leite e Sebastião Gomes de Melo, meu saudoso pai, Sebastião Gomes de Melo. Entre eles, os cães de caça e um veado como o “troféu” da caçada.

Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

História

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!