Nos tempos das Caçadas, João Monlevade tinha seus caçadores!

Nos tempos em que eram permitidas as caçadas, João Monlevade sempre teve um grupo que tinha o esporte como um roby. Tanto era que não foi por acaso que, na década de 1950, foi construído o famoso clube com o nome de Caça e Pesca. Ótimos caçadores faziam de seus dias de folga na Usina da Belgo-Mineira uma viagem pelas matas da região e, além de veados e outros animais, caçar onça era a prática preferida. E cães de caça treinados sempre chegavam às presas, além das espingardas bem calibradas.

Na fotografia acima, feita no início dos anos 1950, um grupo de amigos caçadores foi à caça – literalmente falando – em uma mata da região. Todos estes piracicabenses, “jequizeiros”, que na época já residiam em João Monlevade. Da esquerda para a direita: Geraldo Gomes de Melo, o Sr. Juca Josias (avô dos professores Leiva Lima e Edgar), João Batista, Zizi Leite e Sebastião Gomes de Melo, meu saudoso pai, Sebastião Gomes de Melo. Entre eles, os cães de caça e um veado como o “troféu” da caçada.

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!