Centro Industrial antigo: uma fotografia para ficar na história!

A Usina da Belgo-Mineira se instalara em João Monlevade, então distrito de Rio Piracicaba, em 1935, tornando-se um dos pólos da siderurgia nacional. E, já a partir do final daquela década, a empresa dava início à construção das casas para seus operários. Nascia uma pequena Vila margeando o rio Piracicaba e beirando a estrada de ferro. Esta foto, datada dos anos 1940, mostra a identidade do lugarejo, que viria desaparecer quarenta anos depois com a expansão da Usina.

Acima, à esquerda, o famoso local denominado “Rêgo”, por anda passava uma água que abastecia a Vila Operária, através da barragem do Jacuí. Pouco abaixo as ruas Tupis, Tupiniquins e Carijós. À direita, em cima, o lugar conhecido por “Filtro”, de onde descia uma nascente. Pouco abaixo, a famosa Cidade Alta. Ao centro, a estrada de ferro, e o início da construção das casas da Rua Piracicaba. Ainda não havia sido construído o Grêmio Esportivo Monlevadense, o que somente ocorreu em meados da década de 1950. No lugar do Grêmio, havia um campo de peladas apelidado de “Buracão”. Abaixo, as casas que estão intactas até os dias de hoje, que são a Siderúrgica (nata da sociedade monlevadense até os anos 1970) e a Beira-Rio (onde residiam operários mais simples), e onde funcionava o Terminal Rodoviário. Uma cidade e sua história!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!