Ah, nossa Velha Cidade!

Esta fotografia acima foi publicada na edição de nº 26 – fevereiro de 2002 -, na 1ª página do jornal “Morro do Geo”, quando o nosso periódico completava um ano de circulação. Esta foto é do final dos anos 1940.

Aqui uma vista parcial do antigo centro, onde aparece na parte inferior da fotografia a ponte de madeira (destruída na enchente de 1979), podendo ser visto ainda em primeiro plano as ruas Tocantins e a Beira-Rio, até o contorno do Hotel Siderúrgica. À direita as casas da Caatanga, e beirando a linha um terreno onde seria construído o prédio do Banco da Lavoura e onde funcionou durante anos a sede da Credibelgo. À esquerda, depois do Hotel, o início da Siderúrgica e o Bar do Daniel (depois Rampa´s), e o prédio do Hotel Cassino. Pouco acima algumas casas de tábua construídas pela Belgo-Mineira, antes de surgir a praça Ayres Quaresma (Praça do Cinema), onde se ergueu a história da arquitetura neo-clássica em Monlevade, com o prédio formando um L. E nem o Ginásio Monlevade ainda havia sido construído, cuja obra se deu antes mesmo da Praça do Cinema. Acima, à direita, a Tabajaras e a Pensão velha, e à esquerda a Cidade Alta. Também não haviam sidos construídos o Grêmio Esportivo Monlevadense e nem as lojas que formaram a Praça do Mercado. Para matar a Saudade do nossa Velha Cidade!

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas

Notícias por Categoria

Cultura

Esportes

Colunas

Seja assinante!

Assine agora mesmo por apenas R$ 47,90 Anuais!

Já é assinante?

Faça seu login!